Indústria

Arauco compra operação de painéis da Masisa México

Início do texto

A expansão internacional do grupo Arauco continua a passos largos. Depois de ampliar sua presença no Brasil, incorporando os ativos da Masisa, a empresa repetiu o mesmo movimento no México. A operação, que inclui três complexos industriais, faz parte do plano de internacionalização e envolve um investimento de US$ 245 milhões.

“Esta ação busca posicionar a Arauco como uma empresa global. Com essa aquisição, vamos ampliar nossa presença no mercado de painéis na América do Norte. Onde vemos sinais de crescimento contínuo para esse tipo de produto, com foco em móveis residenciais e comerciais”, diz Matías Domeyko, vice-presidente executivo da Arauco.

O investimento no México, segundo a companhia, também se deve ao fato do país ter um grande potencial. “É um mercado em desenvolvimento, com uma grande população e que se torna cada vez mais sofisticado no uso de painéis”.

A operação envolve a compra de três plantas industriais com capacidade instalada de 519.000 m³ / ano de painéis aglomerados, e uma linha de painéis MDF com 220.000 m³ / ano. O negócio inclui ainda três linhas de revestimentos de melamina (426.000 m³ / ano), uma planta química para processar resinas e formaldeído, e uma linha de impregnação. As operações da Placacentro Masisa México também foram incluídas no acordo.

Todo o processo deve passar por autorização da autoridade de livre concorrência do México (Comissão Federal de Competência Econômica). Contudo, estima-se que todo o processo seja concluído no primeiro semestre de 2018.

Além de sua sede na América do Norte, localizada em Atlanta (Geórgia), a Arauco tem 10 fábricas em todo os Estados Unidos e no Canadá. Recentemente, anunciou uma planta adicional de painéis de aglomerado em Michigan (EUA).

 

De acordo com a Arauco, aprovada a operação, o grupo teria uma capacidade instalada de mais de 10 milhões de metros cúbicos de painéis de madeira

 

Arauco: operação global no mercado de painéis

O porta-voz da Arauco, Charles Kimber, indicou que a transação faz parte do plano de internacionalização. “Sob esta estratégia de crescimento e desenvolvimento global, há dois ângulos. Por um lado, procuramos estar próximos dos mercados, onde temos importantes clientes, com uma base produtiva local. E considerando que temos fábricas em diferentes partes do mundo, vemos uma oportunidade de transferir boas práticas e melhorar a competitividade desses ativos”, explicou o executivo.

Segundo a Arauco, aprovada a operação, o grupo teria uma capacidade instalada de mais de 10 milhões de metros cúbicos de painéis de madeira. Esse volume de produção consolida a empresa “como o segundo maior produtor de painéis do mundo”. A liderança do mercado é da austríaca Kronospan, com uma produção de cerca de 13 milhões de metros cúbicos.

O que diz a Masisa

Em comunicado, Roberto Salas, CEO da Masisa, lembra que a venda dos ativos no México é parte do plano de alienação já implementado na Argentina e no Brasil. “A Masisa decidiu concentrar sua atividade comercial naquelas que foram suas fortalezas e vantagens competitivas”. “Isso inclui gestão florestal, inovação e design. Além da expansão das alternativas de valor agregado em produtos e serviços, impulsionando novas soluções integrais e o desenvolvimento dos canais de venda”.

Com as três operações de vendas consolidadas, a Masisa irá arrecadar aproximadamente US$ 503 milhões. Em setembro, a Arauco já tinha comprado as fábricas da Masisa Brasil no Rio Grande do Sul e no Paraná. Já as operações na Argentina foram adquiridas, em julho de 2017, pelo grupo austríaco Egger.

 

Em comunicado, Roberto Salas, CEO da Masisa, lembra que a venda dos ativos no México é parte do plano de alienação já implementado na Argentina e no Brasil

 

À Superintendência de Valores Mobiliários e Seguros do Chile, a Masisa informou que essas vendas visam reduzir drasticamente sua dívida. A diminuição das despesas corporativas e operacionais, além do aumento da rentabilidade, são outros motivos. Para o futuro, a Masisa pretende focar seus negócios em países da região andina, América Central, EUA e Canadá. Os mercados de exportação também devem ser priorizados nessa estratégia.

  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Deixe uma resposta

Specify Facebook App ID and Secret in Super Socializer > Social Login section in admin panel for Facebook Login to work

Specify GooglePlus Client ID and Secret in Super Socializer > Social Login section in admin panel for GooglePlus Login to work

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Matérias Relacionadas

  • Masisa reorganiza negócios. Brasil será impactado

    Marcenaria - Indústria

    Masisa reorganiza negócios. Brasil será impactado

    View more
  • Arauco anuncia compra da Masisa Brasil

    Indústria

    Arauco anuncia compra da Masisa Brasil

    View more
  • Casa Cor PR: Ambientes exploram diversos estilos

    Arquitetura - Schattdecor

    Casa Cor PR: Ambientes exploram diversos estilos

    View more
  • REHAU lança novas fitas de borda

    Marcenaria - Indústria

    REHAU lança novas fitas de borda

    View more