Indústria

Movelsul Brasil: projeto inédito une indústria e varejo

Início do texto

Os lojistas de móveis do Brasil e importadores tem um encontro marcado de 12 a 15 de março de 2018. O período marca a realização da 21ª edição da Movelsul Brasil, em Bento Gonçalves (RS). Com cerca de 200 indústrias expositoras, a feira reúne alguns dos principais lançamentos do setor moveleiro. Por conta disso, a organização aguarda aproximadamente 29 mil profissionais do varejo para conferir as novidades.

Uma das apostas da Movelsul para unir todos os elos da cadeia produtiva é o “Projeto Varejo”. A iniciativa desafia as indústrias expositoras a desenvolver produtos assinados e que atendam a demandas do varejo nacional. As peças criadas devem ser, obrigatoriamente, assinadas por designers internos ou estúdios contratados.

O trabalho foi conduzido pela equipe do Sindmóveis – Sindicato das Indústrias do Mobiliário de Bento Gonçalves, que formatou um briefing após pesquisa qualitativa com algumas das principais redes de lojas do País. O levantamento indica demandas de inovação, tipo de produtos e apelo de vendas aos expositores e vai subsidiar o desenvolvimento das peças.

Eduardo Nuncio, diretor do Prêmio Salão Design e porta-voz do Sindmóveis na apresentação do Projeto Varejo, pontua que o design é uma das maiores ferramentas de competitividade. “A partir da proposta de aliar inovação e design, a feira quer gerar mais negócios para a indústria. Assertividade dará o tom da Movelsul Brasil 2018”.

 

Com cerca de 200 indústrias expositoras, a feira Movelsul reúne alguns dos principais lançamentos do setor moveleiro

 

Movelsul: Demandas do Varejo

Na sequência do Projeto Varejo, cada indústria expositora poderá desenvolver até três produtos entre os briefings apresentados. Esses lançamentos terão destaque durante a feira Movelsul Brasil 2018, sendo apresentados no estande de cada empresa. Esses produtos terão um selo que atesta a participação e a preocupação da empresa em acolher as demandas do varejo.

Segundo Eduardo Nuncio, o levantamento do Sindmóveis foi importante para alinhar expectativas e realidade dos diferentes públicos. “Uma das preocupações das lojas é com a adequação dos produtos ao e-commerce. Isso envolve a facilidade de transporte e resistência das peças, mas também apresentação de manuais simplificados e fichas técnicas adequadas para montagem pelo próprio consumidor”.

Entre os expositores, há móveis para escritório, cozinha, dormitórios, salas de jantar e estar. Também estão presentes fabricantes de colchões, estofados, área de serviço, móveis para jardim, entre outros.

 

 

Prêmio Salão Design

A feira também será palco da cerimônia do Prêmio Salão Design. A competição, com destaque na América Latina, reúne produtos e projetos de indústrias/varejo, profissionais e estudantes da área. Essa edição, atualmente, está na fase final de julgamento.

Em janeiro de 2018, os 58 projetos finalistas serão avaliados em Bento Gonçalves pela comissão julgadora. Veja a lista de projetos finalistas do Brasil, Argentina, Cuba e Uruguai nesse post. O prêmio tem patrocínio da Berneck e Interprint.

 

feira Movelsul Brasil também será palco da cerimônia do Prêmio Salão Design

 

Polo moveleiro e seu mote pelo design

A campanha de comunicação da Movelsul Brasil também provoca o expositor e visitante. Com o tema “Design é da nossa natureza”, os organizadores desejam mostrar que o design está no DNA da feira e do polo moveleiro.

O presidente do Sindmóveis, Edson Pelicioli, explica que a campanha desdobra-se em outros atributos da cidade e sua indústria moveleira. São pontos como inovação, hospitalidade, atributos turísticos e bem-estar. “Uma feira de móveis pode existir em qualquer lugar, mas a nossa história e o legado desse polo moveleiro é que tornam a Movelsul Brasil única em seu segmento”, destaca.

Hoje, o polo é formado por 300 indústrias e responde por 41% da indústria local. Em 2016, elas faturaram R$ 1,81 bilhão.

O dirigente reforça que nenhuma outra feira de móveis tem como cenário o principal destino enoturístico do país. “Se o lojista e o importador vêm à Serra Gaúcha para bons negócios com a indústria expositora, o Sindmóveis deseja e estimula que eles também conheçam bons vinhos, apreciem as belas paisagens e desfrutem dos excelentes atrativos turísticos”.

 

Rodadas de negócios e exportação de móveis

Apostando na gradual retomada de desempenho do setor moveleiro, a Movelsul Brasil também vai incentivar negócios no mercado internacional. O Projeto Comprador, que promove rodadas de negócios, terá 50 lojistas e distribuidores estrangeiros convidados a negociar com indústrias e designers brasileiros.

As oportunidades, explicam analistas do Sindmóveis, estão em mercados da América Latina, como México, Colômbia, Panamá e Peru. Países do Oriente Médio, além dos Estados Unidos e Reino Unido, também estão no radar de negócios. Segundo dados da Apex-Brasil, o país detém menos de 0,5% do volume de móveis importados mundialmente. Em 2016, esse mercado registrou vendas de US$ 160 bilhões.

  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Deixe uma resposta

Specify Facebook App ID and Secret in Super Socializer > Social Login section in admin panel for Facebook Login to work

Specify GooglePlus Client ID and Secret in Super Socializer > Social Login section in admin panel for GooglePlus Login to work

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Matérias Relacionadas

  • Prêmio Salão Design revela vencedores de 2018

    Design - Indústria

    Prêmio Salão Design revela vencedores de 2018

    View more
  • Eduardo Nuncio assume Prêmio Salão Design

    Design - Indústria

    Eduardo Nuncio assume Prêmio Salão Design

    View more
  • Design autoral ganha destaque no Brasil

    Design

    Design autoral ganha destaque no Brasil

    View more
  • Movelpar: personalização e ‘tradução’ de tendências

    Indústria

    Movelpar: personalização e ‘tradução’ de tendências

    View more