Design

Brasil marca presença na Semana de Design de Milão

Início do texto

Aproveitando a grande movimentação da Semana de Design de Milão, profissionais brasileiros marcam presença significativa na edição 2018. A adesão dos designers em exposições e mostras espalhadas pela cidade é fruto do reconhecimento progressivo do trabalho no exterior. Isso ocorre por iniciativas particulares e também pelo apoio de entidades setoriais e programas de exportação do design. De fato, o mobiliário e o artesanato brasileiro tem sido valorizado por sua criatividade e pluralidade da produção. 

Mostras como a Be Brasil, Rio + Design e a Brazil S/A vêm sendo algumas das mais concorridas durante o circuito Fuorisalone. É este circuito de eventos, com programação paralela ao Salão do Móvel de Milão, que dá espaço a jovens designers italianos e estrangeiros. A Semana de Design ocorre entre 16 e 22 de abril, e todas as atrações estão dispostas nos distritos de design. Os principais são: Via Tortona, Brera, Lambrate, Porta Romana e Isola.

A expectativa é que a capital italiana receba cerca de 300 mil visitantes de mais de 165 países, potencializando as ações comerciais. A presença de empresas e profissionais em Milão também visa dar ênfase a atributos competitivos da nossa indústria. Entre eles destacam-se sustentabilidade, inovação, matérias-primas e criatividade. O lifestyle descontraído e jovial do povo brasileiro também são destacados.

 

Mestres Modernos Brasileiros na Semana de Design. Obras de Jorge Zalszupin, Lina Bo Bardi, Oscar Niemeyer e Paulo Werneck

 

Be Brasil na Semana de Design de Milão

Para expor todos esses atributos ao público, a Apex-Brasil vai encher a cidade com referências brasileiras. A começar pelo mix de atrações relacionadas ao projeto Be Brasil. São sete mostras distintas, e ao mesmo tempo complementares, para expor móveis, luminárias, revestimentos, rochas ornamentais e objetos relacionados ao morar brasileiro.

Neste ano, a Be Brasil ocupará o Spazio Edit, localizado no distrito de Brera. Logo na entrada do espaço, o visitante vai acompanhar a exposição central do evento, denominada “Mestres Modernos Brasileiros”. Inspirada na dinâmica e no layout de um museu, traz criações marcantes do design de móveis nacional a partir de 1940. Entre os nomes destacam-se Jorge Zalszupin, Lina Bo Bardi, Oscar Niemeyer e Paulo Werneck.

Acima, Poltronas Dinamarquesa (Zalszupin), Bola de Latão e Três Pés (Lina), Banco Marquesa (Oscar) e Luminária Boa Vista (Paulo).

No mesmo ambiente será apresentada a mostra “Sérgio Rodrigues e a Itália”. O evento detalha a relação do designer com o país europeu, através de obras de sua autoria. A curadoria é do Instituto Sérgio Rodrigues, da Embaixada do Brasil em Roma e da Lin Brasil.

 

Cadeira Luisa, do Estudio Bola, integra Mostra Be Brasil - Sentar do Brasileiro na Semana de Design de Milão

 

Hábitos culturais e a interação com o mobiliário

Outra exposição integrante da Be Brasil é chamada de “O Contemporâneo e o Experimental”. Dividida em quatro mostras paralelas, traz um panorama sobre hábitos e costumes relacionados à utilização dos móveis no Brasil.

Organizada pelo Projeto Raiz, Apex-Brasil e Sindmóveis, a mostra “O Sentar do Brasileiro” é uma delas. Ela aborda as diferentes maneiras do ato de sentar envolvendo trabalho, religião, descanso e celebração. Tudo isso em um país com origens e vertentes culturais tão diversas. Jader Almeida apresenta a cadeira MIA, pensada para ser “uma extensão do corpo”. Já o Studio Marta Manente representa o sentar brasileiro com a poltrona Flor. A mão do artesão brasileiro fica visível na cadeira Luisa, do estudiobola (foto acima). E Renata Rubim convida os visitantes a se sentarem ao chão, compartilhando a coleção de tapetes Conceito Múltiplos.

 

Cadeira MIA, de Jader Almeida, e Poltrona Flor, de Marta Manente na Semana de Design de Milão - Fuorisalone

Renata Rubin integra Mostra Sentar do Brasileiro na Semana de Design de Milão

 

“Mesa Brasileira” é outra exibição da Semana de Design. A organização montou uma mesa cenográfica, onde apresenta peças práticas e decorativas, como a Bandeja Fita, de Leandro Garcia. Veja detalhes da peça nesse post. A composição do espaço Be Brasil continua com a mostra “Luminárias”. Um ambiente para fabricantes e designers brasileiros voltados ao setor de iluminação compartilharem suas obras. Entre os nomes confirmados estão Gisela Simas, Simone Oliveira, Geo Luz Cerâmica e Accord.

 

Bandeja Fita, do designer Leandro Garcia na Semana de Design de Milão

 

Por fim, o espaço “Nossa Casa” apresenta uma visão do design brasileiro contemporâneo com ênfase na inovação. A exibição considera, ainda, aspectos locais e culturais como fonte de diferenciação. As peças são de designers como Gustavo Martini, Alva Design, Guto Requena, entre outros.

 

Maurício D' Avila apresenta o Pendente Gaya, Guanabara e abajur Riviera na Mostra Be Brasil

 

9ª edição da Brazil S/A em Milão

Em sua nona participação na Semana de Design de Milão, a mostra Brazil S/A valoriza o sucesso obtido nas edições anteriores como tema central de 2018. Batizada de Brazil S/A Off, os organizadores farão uma retrospectiva desde o seu início. Isso inclui uma coletânea histórica de peças que se destacaram, além de obras inéditas de 15 designers brasileiros.

Neste ano o evento ocorre no Bianca Maria Palace Hotel, a poucos metros da Catedral do Duomo, entre 17 e 21 de abril. Entre os clássicos que aportam novamente em Milão, está a exclusiva cadeira Mickey (2012), de Alê Jordão, e as mesas Natur 60, de Regis Padilha. Falando em inspirações que vêm da natureza, Lourena Genovês retorna com a Cômoda Bar Flora Brasileira (2016). A poltrona Zózimo (2015), de Ronald Sasson, também volta a ganhar evidência, assim como a cadeira Morototó (2017), de Sérgio J Matos (foto).

 

Na Semana de Design de Milão, a mostra Brazil S/A valoriza o sucesso obtido nas edições anteriores. Na foto, Poltrona Morototó, de Sérgio J Matos

 

Entre as novidades da Brasil S/A estão a luminária suspensa Monkey Chandelier, de Henrique Steyer (foto), e o banquinho Violeta, de Ines Schertel. Quem também apresenta lançamentos é Marcelo Bilac, com a poltrona Boomerang. As luminárias da coleção Flower Power, da designer Adriana Lohmann, também prometem chamar a atenção. Outros destaques são a cadeira Groove, de Gustavo Martini, e a mesa de centro Flor, de Juliano Guidi.

 

Henrique Steyer, com a poltrona Louis Henrique e a luminária Monkey Chandelier na Brazil SA, em Milão

 

Brasil nas ruas de Milão

Quem optar por visitar o distrito de Brera utilizando-se de metrô, terá uma surpresa ao desembarcar na estação Moscova. O lugar será personalizado com referências brasileiras, convidando os passageiros a visitar as mostras nacionais. Além disso, aqueles que estiverem esperando o transporte público nas paradas Foro Bonaparte e Via Broletto poderão “usufruir” das poltronas do estudiobola. Os modelos Deby, Doca e Helga, alguns dos carros-chefes da marca, estarão à disposição do público. Outras intervenções urbanas com designers brasileiros também estão programadas para a Semana de Design de Milão 2018.

  • 127
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Deixe uma resposta

Specify Facebook App ID and Secret in Super Socializer > Social Login section in admin panel for Facebook Login to work

Specify GooglePlus Client ID and Secret in Super Socializer > Social Login section in admin panel for GooglePlus Login to work

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Matérias Relacionadas

  • Be Brasil reúne designers brasileiros em Milão

    Indústria

    Be Brasil reúne designers brasileiros em Milão

    View more
  • Rio Design desembarca em Milão

    Design

    Rio Design desembarca em Milão

    View more
  • Mostra Brazil S/A reúne 40 profissionais em Milão

    Design

    Mostra Brazil S/A reúne 40 profissionais em Milão

    View more
  • Design brasileiro na ICFF 2017, nos EUA

    Design - Indústria

    Design brasileiro na ICFF 2017, nos EUA

    View more